Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Açúcar e Pimenta

BLOG PESSOAL ONDE OS PENSAMENTOS VOAM E TUDO PODE ACONTECER

Açúcar e Pimenta

BLOG PESSOAL ONDE OS PENSAMENTOS VOAM E TUDO PODE ACONTECER

06
Jan19

Posta à prova

A.

Às vezes sem nos apercebermos somos postos à prova pelos outros nas mais variadas situações. E eu acho que acabei de ser posta à prova. Uma prova de confiança, que vai ditar muito da minha evolução profissional.

Se me saí bem ainda não sei, mas o tempo de certeza o dirá. 

03
Jan19

A força das palavras

A.

As palavras.jpg

Imagem retirada daqui

 

É  certo que gostamos mais que tenham certas atitudes conosco, do que nos cantem bem ao ouvido e depois não haver qualquer retorno,  pois palavras leva-as o vento. 

 

Mas também são as palavras que nos dizem, que nos podem dar conforto, alento ou até fazer sentir-nos fracassados, ao ponto de querermos mudar de atitude. 

 

Ontem foi um dia para mim em que as palavras me deram força, em que eu me senti recompensada, grata e vi o meu esforço de todo este tempo reconhecido, e acima de tudo cresci e muito, bastante até, com elas. 

 

E assim, vai ser naquelas palavras que eu me vou agarrar quando estiver prestes a desistir, ou quando estiver mais desmotivada, pois são elas que me vão fazer lembrar do motivo pelo qual eu me esforcei sempre desde o início. Primeiro o objetivo era um, agora que está conquistado começo a pensar numa segunda fase. Mas com calma e sempre consciente das coisas tal como elas são, porque tal como me disseram: Não se pode mudar tudo de uma vez. E é também por isso que tenho que saber ser paciente.

01
Jan19

Bom dia 2019!

A.

Imagem tirada daquiImagem retirada daqui

 

Hoje é o primeiro dia do ano de 2019 que se for como 2018 já vai ser um bom ano. 

Podia encher-me aqui de desejos e resoluções para o ano novo, mas isso também já sabemos que o que todos queremos é ter saúde, paz e amor. Ainda que seja cliché, mas é a verdade, pois com isso vamos a todo o lado e enfrentamos todos os obstáculos. A juntar a tudo isso venho desejar  que sejam 365 dias de realizações, sucessos e muitas alegrias.

2018 foi um ano tranquilo, para 2019 tenho alguns planos em vista que espero conseguir tornar realidade. Vai ser também um ano em que vou tentar investir um bocadinho mais em mim, no meu desenvolvimento pessoal, principalmente na melhoria da minha comunicação com os outros e desenvolver mais a confiança em mim mesma.

 

E é assim desta forma que espero que 2019 seja tão bom como foi 2018.

01
Dez18

Meditação

A.

Sempre me descrevi como sendo uma pessoa bastante nervosa, racional, que pensa demasiado sobre as coisas, ainda que me atire de cabeça para tudo aquilo que o coração chama, e também sempre bastante ansiosa. Até que houve um dia que me fartei de ser assim e comecei à procura de uma forma de controlar toda essa ansiedade. Era horrível estar sempre a sentir palpitações e não conseguir controlar a forma de estar e até o humor e a forma de lidar com os outros. Para contrariar isso fui pesquisar sobre formas de controlar a ansiedade, fui descarregando alguns e-books até que me deparei com um que falava sobre meditação e foi aí que descobri a pólvora. O livro chama-se  "10% mais feliz" e o autor é Dan Harris. 

Para quem não percebe nada do assunto, tal como eu não percebia, é uma ótima leitura para perceberem um bocadinho o que é a meditação e como começar a praticá-la. Foi o que aconteceu comigo, assim que comecei a ler quiz logo ver se realmente aquilo tudo era verdade, se conseguia mesmo silenciar a mente e fiquei rendida logo de imediato. 

Há três anos que li esse livro e e desde aí que não deixei de fazer a minha meditação diária, e quando mais achamos que não temos tempo para o fazer, é quando mais devemos praticar e não desistir. Os resultados são mesmos impressionantes. Tornei-me uma pessoa bastante mais calma e controlada.

Para quem procura uma solução como eu procurava na altura, aqui fica uma sugestão, poderão ter uma opinião diferente na minha, no entanto, não deixem de experimentar. =)

15
Out18

Ironias da Vida

A.

Não consigo mesmo encontrar outro termo se não ironia para aquilo que tenho vindo a sentir nos últimos meses.

Como é que podemos às vezes andar a lutar tanto por uma coisa e dar-lhe tanta importância para depois quando a conseguimos ter já não lhe ligamos nenhuma e ficamos logo de olho num novo projeto?

Como? Como é que eu lutei tanto para ter aquilo que tenho hoje e no entanto já me sinto farta e saturada e ando só a pensar em novas formas de conseguir um projeto já acima deste? 

E o pior? O pior é que não está fácil, nada fácil mesmo. São muitos cães a um osso, a concorrência é forte, os mais jovens acabam por estar mais a par da atualidade e de novas ferramentas e nós vemo-nos a ficar para traz em relação a eles.

Sim, é verdade que me sinto assim porque estou desmotivada e já me sinto saturada. Os horários dão cabo de mim, as responsabilidades também, e as pessoas mais ainda, mas quanto a isso não há muito que eu possa fazer, passamos tanto tempo juntos que só nos resta adaptarmo-nos uns aos outros. 

Apesar de tudo não vou desistir, muito pelo contrário sinto-me cheia de garra para continuar à procura de um novo desafio, porque se eu não for à luta eles também não vêm ter até mim. 

01
Out18

F.R.I.E.N.D.S

A.

É a minha série de comédia preferida até agora, já vi várias depois e ainda não houve uma que para mim lhe chegasse aos calcalhares. Já passaram mais de 20 anos desde a data de estreia mas quem a começar a ver hoje vai ver que continua tão atual como quando estreou. 

Para mim o que mais a destaca é a união de um grupo de seis pessoas todas com personalidades muito diferentes umas das outras mas que encaixam na perfeição. 

A minha personagem preferida é o Chandler Bing por ser de todas a personagem mais cómica e logo a seguir a Rachel Green, interpretada por Jennifer Aniston, por viver uma vida mais romântica.

É daquelas séries que nos custa aceitar que o último episódio chegou e não vamos ter mais a companhia daquele grupo de amigos nas horas de serão para dar umas boas gargalhadas.

Resta-nos ir revendo alguns episódios para quebrar a nostalgia que às vezes se faz sentir.

12
Set18

A fatura vem sempre ter conosco

A.

Talvez não tenhamos muito essa perceção mas o nosso dia-a-dia é feito de tomada de decisões. Sejam elas decisões mais banais como decidir o que vestir para ir para o trabalho, o que cozinhar para o jantar ou até se colocamos as compras num saco maior ou menor, mas também decisões com maiores implicações, como por exemplo, quanto dinheiro investir na bolsa, iniciar\ terminar uma relação, aceitar uma nova proposta de emprego e por aí em diante.

E seja qual for a nossa decisão vamos sempre ter que nos responsabilizar pelas suas consequências, que podem ser negativas ou positivas. E podemos até fugir para outro mundo ou mais longe ainda, mas para onde quer que que a gente vá, a fatura vem sempre ter conosco.

E é nesse momento que entramos em fase de aceitação perante as consequências e não temos outra solução se não fazer de tudo por tudo para remediar o mais possível aquilo que não é tão positivo e começarmos do zero. 

E é assim que se aprendem lições e que também vai sempre ficar uma marca vai.

09
Set18

Feminismo

A.

Estava eu um dia destes com a  televisão ligada quando de repende ouvi uma frase do género "Não sei porque é que as mulheres hão-de julgar outras mulheres". Infelizmente não sei precisar quem foi, nem quando, nem o canal, pois a televisão estava ligada e eu não estava a prestar a mínima atenção mas lá retive essa frase e depois ficou-me na cabeça e comecei a refletir sobre ela.

 

  E o que eu me identifiquei com aquilo? Eu não o diria melhor não mudava um ponto.

 

Sinto que estamos num mundo cada vez mais selvagem principalmente entre mulheres. E sempre ouvi dizer que onde há mulheres há confusões. E porque raio tem que ser assim? Porque raio tem que haver tanta inveja negra entre o mundo das mulheres? 

 

Ainda para mais, tanto que se fala agora no feminismo, tanto que se defende o direito das mulheres e tanto que lutam pela igualdade de direito entre homens e mulheres, então porque não estão antes todas unidas umas às outras e pelo contrário andam muitas vezes a arranjar intrigas por pura maldade?

 

Não quero que pensem que estou a generealizar, não estou, claro que nem todas as mulheres são assim, mas sejamos sinceros a grande parte é. Uma grande parte das mulheres não suporta que exista uma mulher que seja melhor que ela. E nem é que seja melhor, simplesmente tem uma ou outra característica que admiramos mais, no entanto, em vez de tirarem partido disso, só pensam é em derrubá-la e vê-la mal para depois se conseguirem sentir superiores. E isto é para mim descer tão baixo.

 

Quando é que se calhar vão começar a perceber que juntas somos mais fortes?

 

Se calhar isto sou só eu a desejar o impossível, mas mais uma vez acho que se cada uma fizer a sua parte e nos ajudarmos umas às outras em vez de andarem a magicar planos para se tramarem, íamos ter dias mais felizes e o suceso de cada uma podia ser ainda maior.

É este um dos meus desejos para o futuro. Ver a mulheres mais amigas das mulheres.

 

06
Set18

É gratificante cuidarmos dos nossos :)

A.

Da mesma forma que gostamos de ter algum apoio quando estamos com alguma dificuldade ou temos uma decisão importante para tomar ou qualquer outra coisa do género, aqueles que amamos também sentem essa necessidade e por isso também devemos estar atentos às necessidades deles para lhes podermos retribuir esse apoio e essa força que também já nos deram um dia.

E ontem foi o dia em que tive que pôr mãos à obra e não deixar cair uma pessoa que me é querida. Pode resultar, assim como não, e não está tudo nas minhas mãos, mas assim sei que fiz tudo o que podia ter feito. 

E a maior gratificação até ao momento foi ver o sorriso de satisfação e agradecimento da outra pessoa para comigo, por se sentir apoiada, não se sentir sozinha nesta caminhada, e sentir que tem quem goste dela e está do lado dela.

05
Set18

Hoje foi dia de Destralhar

A.

Hoje vi uma imagem a circular na internet em que dizia: "Para mim o ano novo começa em setembro", algo assim do género. E eu não podia concordar mais com isso. 

Para mim, e voltando um pouco ao tema do post anterior, a Festa também foi sempre um marco no sentido em que separa duas fases do ano. E a seguir à festa temos a reetré, e sempre foi a minha altura preferida do ano. 

Porque vistas bem as coisas é em Setembro que todo o ciclo começa de novo e não em Janeiro. É em Setembro que acontece um novo regresso às aulas com um novo ano letivo e para quem trabalha é o regresso das férias de Verão, tão desejadas durante todo o resto do ano, que quando regressamos, lá está, começa uma nova etapa com as energias renovadas.

E por isso aproveitei este meu dia de folga para preparar a reentré destranhando tudo o que havia nos meus armários e gavetas, deixando tudo mais clean, mais bonitinho e mais leve também para a alma. 

E como sabe bem desfazer-nos de certas coisas que só estavam a ocupar espaço?!

Sabe mesmo muito bem!

Sobre mim

foto do autor

Pesquisar

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D