Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Açúcar e Pimenta

BLOG PESSOAL ONDE OS PENSAMENTOS VOAM E TUDO PODE ACONTECER

Açúcar e Pimenta

BLOG PESSOAL ONDE OS PENSAMENTOS VOAM E TUDO PODE ACONTECER

04
Set18

A Festa da Aldeia

A.

Foi no fim-de-semana passado a festa de Verão da minha aldeia. Uma terra que eu estimo bastante, pois foi lá que eu nasci, foi lá que passei a minha infância e foi lá que vivi o meu primeiro amor. Agora moro na cidade e as visitas à terra são escassas e já nem há cafés para poder reencontrar as pessoas de sempre. Por isso mesmo, e não só, A Festa é sempre aquele marco importante na minha agenda anual. Sem dúvida que passo todo o ano à espera daquele fim-de-semana. E este ano, mesmo estando a trabalhar, aguentei-me à brava! Já fazia uns aninhos que eu não aproveitava tanto A Festa conforme aproveitei este ano. Pude ter o meu namorado comigo e fartàmo-nos de dançar e curtimos tudo ao máximo sem nos preocuparmos com as nossas responsabilidades e sequer os horários. 

Ele é a música pimba, são as bandeirolas logo na entrada, os balões e as pipocas, a bela da imperial, as danças, reecontrar as pessoas que já não víamos à um ano, alguns até mais, ele é as ruas cheias com os carros dos lisboetas que também vêm para a festa, e que no resto do ano estão vazias, ele é a procissão, e ele é a comidinha boa da avó dos dias festa.

É todo um conjunto de boas emoções que me aquece o coração e que me faz esquecer que tudo o resto existe, devendo por isso acontecer mais vezes por ano, no entanto, é isso que a torna especial e perfeita, acontecer apenas uma vez no ano em fim-de-semana de muito calor, onde podemos estar a arrasar dentro dos nossos vestidos de verão a conquistar todo o mundo à nossa volta.

Este ano foi maravilhoso, que para o ano se volte a repetir. =)

Sobre mim

foto do autor

Pesquisar

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D