Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Açúcar e Pimenta

BLOG PESSOAL ONDE OS PENSAMENTOS VOAM E TUDO PODE ACONTECER

Açúcar e Pimenta

BLOG PESSOAL ONDE OS PENSAMENTOS VOAM E TUDO PODE ACONTECER

08
Fev18

Tenho saudades

acucarepimenta

Tenho saudades do tempo em que era inocente e nada tinha mal. Tenho saudades de quando julgava que todas as pessoas eram verdadeiras e nossas amigas, saudades de achar que tudo o que ouvia era sincero e ficar estupecta com as coisas mais bizarras, quando agora vejo que afinal não era bem assim. Estamos sempre a aprender. Umas vezes aprendemos de formas um pouco mais divertidas, outras vezes nem tanto assim. É preciso bater com a cabeça parede e é sobretudo preciso passarmos pelas coisas. 

 

Tenho saudades de quando era mais ingénua e não via nunca maldade ao virar da esquina, no entanto, hoje com as viscitudes da vida vejo-me obrigada a desconfiar de tudo e todos, é uma das minhas actuais formas de defesa.

 

Tenho saudades de quando a única coisa que me tirava o sono era a ansiedade de que chegasse a data de alguma festa ou a data de ir de férias para a praia e não as preocupações sobre o trabalho que vêm para casa (e não deviam) ou sobre os outros problemas pessoais que se abatem sobre nós e pensamos neles 24h por dia.

 

Tenho saudades de quando a única preocupação era que roupa vestir e às vezes fazia disso um grande drama (na idade do armário, claro) e agora vejo que isso não é realmente nada comparado com outras preocupações que vão surgindo no nosso dia-a-dia.

 

Tenho saudades de quando estávamos todos juntos e só se ouviam gargalhadas que chegavam ao cimo da rua e nos dávamos todos tão bem que não havia nada que viesse que fosse suficente para destruir isso. Hoje, já não é bem assim.

 

Tenho saudades de quando os dias eram passados a brincar na rua com os amiguinhos de sempre e o tema de discussão era "-Ao que é que vamos brincar?".

 

Tenho saudades dos tempos em que acreditava que nada disso ia acabar e ia ser sempre assim. Foram tempos de pura ingenuidade e isso ajudava bastante a não nos apercebermos da realidade como ela era e viver tudo de uma forma mais leve e tranquila. Hoje vivo tudo com mais intensidade, vejo as coisas mais além e às vezes só queria poder voltar a vê-las sem as coisas menos boas que às vezes nos rodeiam.

Sobre mim

foto do autor

Pesquisar

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D